19
fev
10

A Sonda Mars Express e os mistérios de Fobos

A sonda Mars Express (NASA/ESA)

No  dia 16 de fevereiro de 2010 a sonda Mars Express começou a sobrevoar Fobos, a maior lua de Marte.

A missão atingiu seu auge no dia 3 de Março,quando passou a uma distância de apenas 50 quilômetros do satélite e se encerrou no dia 26 de março.

Já no dia 9 de janeiro de 2011, a sonda se aproximou a uma distância de 111 km e fez mais imagens. Aqui está uma delas.

Imagem feita à 100 km de distância em Janeiro de 2011

Mais imagens você consegue neste link: http://www.esa.int/esaCP/SEMIPY6SXIG_index_1.html#subhead1

A ESA(Agência Espacial Européia) pretende descobrir a origem de Fobos e perceber seu processo de formação para conhecer melhor este enigmático satélite de Marte, estudando inclusive seu campo de gravidade.

Por passar tão perto de Fobos, a sonda pode medir as diferentes intensidades de atração gravitacional, dependendo da parte de Fobos  que estiver sobrevoando, o que poderá fornecer indícios de sua estrutura interna. O radar MARSIS opera de forma a ver o interior do satélite, procurando por estruturas ou pistas sobre sua composição interna.

A origem de Fobos é um mistério para os astrônomos, que sugerem três possibilidades: A primeira é a de que Fobos é um asteróide capturado, a segunda é a de que se criou no mesmo local e ao mesmo tempo que Marte e a terceira é a de que tenha se formado depois de Marte, devido a detritos lançados pelo planeta quando um grande meteorito o atingiu.

Mas as curiosidades sobre Fobos não param por aí.

Vistos da Terra todos os objetos celestes nascem ao leste e se põe a oeste. Isto não é verdade em Marte. Fobos vai em direção contrária.

Se você estivesse na superfície do planeta vermelho, Fobos nasceria a oeste. Teria aparentemente um terço do tamanho de nossa lua como vista da superfície terrestre e cruzaria o céu marciano em movimento contrário ao fluxo de outros objetos celestes antes de se pôr a leste. Isto ocorre porque Fobos orbita incrivelmente próximo a Marte, a uma altitude de aproximadamente 9.400 km (nossa lua orbita a 385.000 km da Terra). Para manter esta órbita tão baixa, Phobos se move tão rápido que ultrapassa a rotação do planeta. Assim enquanto Marte tem uma rotação de 24 horas e 37 minutos, Fobos completa uma órbita em apenas 7 horas e 39 minutos.

Além disso ainda há mais um fato curioso: Por ter sua órbita ser tão baixa acima do equador, o satélite nunca pode ser visto dos círculos polares marcianos.

O enigmático satélite Fobos (Nasa)

Fonte: ESA

Imagem de Phobos feita pela Mars Express em 2010

Anúncios

0 Responses to “A Sonda Mars Express e os mistérios de Fobos”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: