28
fev
10

Neutrinos: Primeiro Neutrino Observado

Primeiro Evento com Neutrino T2K observado no Super-Kamiokande

http://www.stfc.ac.uk/PMC/PRel/STFC/T2K.aspx

Físicos de particulas do Reino Unido trabalhando no projeto multinacional T2K, que destina-se a detectar algumas das partículas menos compreendidas no universo, ajudaram a rastrear seu primeiro neutrino, que viajou 185 milhas (295 km) sob o Japão. A detecção do neutrino, ao passar do Leste ao Oeste do país significa que o estudo do misterioso fenômeno das oscilações dos neutrinos, que os cientistas esperam que possa jogar mais luz no papel dos neutrinos nos primórdios do universo, pode agora começar. Pode até ajudar a responder por que há mais antimatéria do que matéria no universo.

Percurso do Neutrino

Uma viagem esquemática do neutrino
Credit: T2K Collaboration

T2K (Tokai-to-Kamioka), um experimento internacional liderado pelo Japão e parcialmente financiado pelo Conselho de Ciência e Tecnologia do Reino Unido (STFC), foi construído para nos ajudar a compreender, com precisão sem precedentes, mais sobre as estranhas propriedades do intrigante neutrino. ” Neutrinos são os fantasmas esquivos da física de partículas”, diz o porta-voz do TK2,  Takashi Kobayashi.” Existem três tipos de neutrinos, chamados neutrinos elétron, neutrinos muon e neutrinos tau  que se acreditava serem imutáveis. Este é um grande passo à frente, trabalhamos muito, por mais de dez anos, para que isso acontecesse.”

Medições das oscilações, do até então não observado neutrino, começarão agora e serão feitas a partir de Tokai village (no norte de Tóquio), o que poderá fazer com que uma pequena fração dos neutrinos muons produzidos se transforme em neutrinos elétrons quando as partículas alcançarem o gigante detector subterrâneo Super-Kamiokande no outro lado do Japão

“Observar este novo tipo de oscilação seria abrir o prospecto de comparação das oscilações de neutrinos e antineutrinos, o que muitos teóricos acreditam que possa ter relação com um dos maiores mistérios da física fundamental – Por que há mais antimatéria do que matéria no universo?” diz o Professor Dave Wark do  Imperial College London e do Laboratório STFC’s Rutherford Appleton, “ A observação do primeiro neutrino significa que a caçada apenas começou!”

Interagindo de forma muito fraca com a matéria, neutrinos podem atravessar todo o planeta Terra com muito menor perda de intensidade do que a luz passando por uma janela. A enorme fraqueza de suas interações permite que os físicos façam previsões que poderão ser muito precisas de seu comportamento. “As primeiras medições do fluxo de neutrinos vindos das reações termonucleares que energizam nosso sol foram como um choque porque ficaram muito abaixo do que o previsto.”, disse o Professor Wark.

Uma segunda anomalia foi então claramente demonstrada pelo Super-Kamiokande, quando mostrou que o fluxo de diferentes tipos de neutrinos gerados em nossa atmosfera por interações de raios cósmicos era diferente, dependendo se os neutrinos vinham de cima ou de baixo (o que não deveria ser possível de acordo com nosso conhecimento da física de partículas).

Os primeiros resultados científicos deste experimentos são esperados para daqui a alguns meses, mas levará muitos anos antes que alguma resposta definitiva seja encontrada.

Abaixo uma tabela com as doze partículas fundamentais que constituem a matéria entre elas os neutrinos.

Modelo Padrão das Partículas

www.guia.heu.nom.br/massa_dos_neutrinos.htm
Anúncios

0 Responses to “Neutrinos: Primeiro Neutrino Observado”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: