15
nov
10

WILLIAM HERSCHEL

Este post está longe de ser isento. É quase pessoal…

Falo hoje de um dos astrônomos que mais admiro . Seu trabalho foi base para avanços no estudo de vários campos da astronomia, como você lerá a seguir. Num dia 15 Novembro como hoje o mundo ganhava este grande cientista que tanto influenciou e incentivou astrônomos de ontem e de hoje, a começar por sua irmã, minha heroína, Caroline (sobre a qual há mais dois posts neste blog) e seu filho John Herschel.  Que família!

Espero que meu post possa de alguma forma dar uma noção do que este homem fantástico representa para quem ama o estudo do céu e de seus tantos mistérios e  que também seja uma forma de homenagear sua vida e seu legado.

Friedrich Wilhelm Herschel nasceu em Hanover, Alemanha em 1738. Seu pai Isaac, músico da banda  Hanoverianas, era um homem culto e interessado em música e matemática e influenciou muitos de seus dez filhos.

William teve uma notável carreira como músico. Tocava cello, oboé, violino, piano, harpa and órgão e era um excelente artesão que fazia seus próprios instrumentos. Também compôs 24 sinfonias, concertos e peças para a igreja. Em 1757 mudou-se para a Inglaterra e em 1767 tornou-se organista e regente em Bath para onde também vieram seus irmãos Dietrich, Alexander e Jacob para tocar com ele na orquestra. Em 1772 trouxe sua irmã Caroline para ser sua governanta e cantar em seus concertos. Com o passar do tempo ela se juntou a ele em seus estudos astronômicos tornando-se a primeira astrônoma profissional.

Ilustração de Caroline e William Herschel. Imagem de © Bettmann/CORBIS

Motivado pela ligação entre a matemática e a harmonia musical ele aprofundou-se no estudo da física e consequentemente em astronomia. Em 1771 começou a construção de uma série de telescópios que o levariam à fama.

Urano

Em 13 de março de 1781, Herschel estava examinando a constelação de Gêmeos, quando viu um objeto com forma de disco entre as estrelas. Nos dias que se seguiram ele observou esse objeto se movendo lentamente entre as estrelas e achou que tinha descoberto um cometa. Suas observações e comentários foram reportados à Royal Society e os matemáticos logo descartaram a idéia de um cometa. Na verdade o objeto era um planeta, o primeiro não visível a olho nu a ser descoberto. William tornou-se membro da Royal Academy e se tornou o “astrônomo do rei”. O planeta recebeu o nome de Urano.

Urano em Imagem de Fábio "Plocos" Carvalho

Com o salário de astrônomo pode se dedicar exclusivamente à astronomia. Ele continuou a fazer telescópios, sempre refinando sua técnica e por isso mudou-se para a cidade de Slough, onde iniciou a criação dos maiores telescópios que o mundo já tinha visto, culminando com o telescópio de 48 polegadas de diâmetro.

 

Um dos telescópios construídos por William Herschel

Crédito: Royal Astronomical Society

Outras descobertas e estudos

No mesmo ano em que descobriu Urano, William foi presenteado com uma copia do Catálogo Messier, o que despertou seu interesse por nebulosas e fez com que ele mesmo fizesse a compilação de um catálogo que mais tarde se tornaria o General Catalogue of Nebulae and Star Clusters, que após ser revisado em 1885m se tornou o– the New General Catalogue (NGC) usado por astrônomos até hoje.

Em 1787 ele descobriu dois satélites de Urano:Titânia e Oberon.

Em 1789 descobriu dois satélites de Saturno: Mimas e Enceladus.

Suas observações de Marte permitiram que astrônomos pudessem discernir suas estações e ele foi um dos primeiros cientistas a escrever sobre as calotas polares do planeta.

Imagem de Marte com as calotas visíveis

crédito: Nasa

Em 1800 seus estudos sobre a luz e a temperatura do sol fizeram com que ele detectasse uma nova forma de radiação eletromagnética que ele chamou de  “dark heat”, hoje conhecido como infravermelho.

Em 1802 ele usou o termo “asteróide” (estrela pequena) para descrever novos corpos detectados entre Marte e Júpiter.

Na época em que Herschel viveu, a astronomia era considerada apenas a ciência que estudava o sistema solar e embora se soubesse da existência de nebulosas, ninguém sabia exatamente o que elas realmente eram. O trabalho de William foi a base para fazer o mapeamento desses objetos e determinar sua natureza e características. Esse trabalho levaria os astrônomos a descobrirem no século XX que o universo era dinâmico e estava repleto de galáxias .

 

Nebulosa do Esquimó (NGC 2392) descoberta por William Herschel em 1787

Seus estudos da Via Láctea revelaram que nossa galáxia tinha uma estrutura de forma discóide e suas observações do movimento das estrelas mostraram que o sistema solar se movia. Suas observações de estrelas duplas provaram que essas estrelas eram sistemas binários e não apenas meras associações da linha de visão. Pela primeira vez os cientistas puderam provar que se pode aplicar a lei da gravidade de Newton ao Universo como um todo.

Desenho esquemático da Via Láctea feita por William Herschel

Casou –se com Mary Pitt em e teve um filho John Herschel que se tornaria também um dos grandes nomes da Astronomia.

William morreu em 25 de agosto de 1822 aos 83 anos em Slough.

Homenagens a Herschel

Hershcel – cratera na Lua.

Cratera Herschel em nossa Lua. Crédito Nasa e blog “Em sintonia com a Lua”

Hershcel – cratera em Marte

 

Cratera Herschel em Marte

Herschel – cratera no satélite de Saturno Mimas


 

Cratera Herschel em Mimas, satélite descoberto por William

Herschel Space Observatory

Herschel Space Observatory

Wliilam Herschel Telescope


Herschel Telescope

Fontes: http://www.lablit.com/article/550

http://seds.org/messier/xtra/Bios/wherschel.html

http://star.arm.ac.uk/history/herschel.html

Créditos fotos: Nasa

Anúncios

6 Responses to “WILLIAM HERSCHEL”


  1. 1 Tati
    novembro 15, 2010 às 11:56 am

    Que história de vida fantástica teve este homem especial e que legado maravilhoso ele nos deixou! Parabéns pelo blog! Achei excelente! Abração

  2. novembro 16, 2010 às 3:57 pm

    Gostei – muito bem feito e esclarecedor. Então o famoso músico William Herschel e o astrônomo são a mesma pessoa…!

  3. novembro 17, 2010 às 4:34 pm

    Nossa que legal, muito completo o post, parabéns! Também sou fã de Herschel pois também sou músico e astronomo (amador).

    abraço

  4. novembro 19, 2011 às 12:26 am

    Parabéns Denise ótimo blog, sou fâ de carteirinha de William Herschel, adicionei seu blog em um dos links e com certeza será minha referencia quando decidir fazer um site sobre ele…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: