11
jan
11

Anunciado Primeiro Exoplaneta Rochoso

Anunciado o primeiro exoplaneta comprovadamente rochoso. Certamente esse campo da astronomia é um dos mais dinâmicos, cheio de surpresas e novidades nos últimos anos. Como disse, é o primeiro…muita coisa ainda vem por aí!

A seguir o  texto que considerei o melhor sobre o tema escrito por Hamish Johnston ,editor do physicsworld.com e que traduzi para este post.

http://physicsworld.com/cws/article/news/44745

Tradução adaptada.

O vídeo é da Nasa e está em inglês, mas acredito que após a leitura do artigo, se torne de fácil compreensão mesmo para quem não domina o idioma.

Criação artística para Kepler-10-b - Crédito NASA

 

O primeiro planeta rochoso foi finalmente descoberto pelo telescópio Kepler da Nasa , de acordo com a chefe  da missão Natalie Batalha.O planeta se chama Kepler-10b , possui uma densidade semelhante a do ferro , tornando-o muito mais denso do que nosso planeta. O exoplaneta orbita sua estrela a aproximadamente 560 anos luz da Terra.

Kepler-10b está aproximadamente 20 vezes mais próximo de sua estrela do que Mercúrio está do Sol – e como resultado espera-se que a temperatura de sua superfície possa chegar aos 1400 °C. Está sempre com o mesmo lado voltado para sua estrela e provavelmente possui oceanos de rocha derretida no seu lado dia e um lado noite sólido, de acordo com Batalha.Tem um período orbital de 0,84 dias e sua estrela tem um tamanho similar ao do Sol.

Desde a descoberta do primeiro exoplaneta em 1995, mais de 500 outros foram revelados.  Embora a maioria deles sejam gigantes gasosos como Júpiter, astrônomos estão conseguindo encontrar exoplanetas menores que poderiam se assemelhar à Terra. Antes de Kepler-10b ter sido identificado, o candidato mais forte era Corot-7b – que pode, sem dúvida, ser rochoso-  mas como sua estrela é muito ativa, torna-se difícil determinar sua densidade

Três medições básicas

Kepler-10b, entretanto é um caso muito diferente porque sua estrela é muito velha – aproximadamente 8 bilhões anos – o que significa que é muito mais calma e mais fácil de se lidar . A equipe determinou a densidade do planeta fazendo três observações diferentes: Primeiro, determinaram seu raio relativamente ao da estrela, medindo quanta luz é bloqueada quando ele transita entre a Terra e a estrela. Depois determinaram sua massa (novamente em relação à estrela) medindo  a oscilação da estrela causada pela órbita do planeta. O passo final e crucial era deterninar o raio e a massa da estrela, o que foi feito medindo-se a freqüência vibracional dos tremores, abalos na estrela (“starquakes”).  Ao juntar todos os dados, a equipe concluiu que a densidade do planete é de cerca de 8,8 g/cm3, que se assemelha à densidade de Mercúrio. “Este é o primeiro inquestionável planeta rochoso,” disse Batalha . “Sua descoberta é um marco importante para a humanidade”, ela acresentou.

Temperaturas à noite e de dia

Batalha disse que a equipe está estudando a quantidade de luz que atinge o telescópio durante o trânsito do planeta. Isto possibilitaria os pesquisadores determinar as temperaturas do dia e da noite na superfície do planeta. Embora  Kepler-10b seja similar à Terra em certos aspectos , não se encontra na zona habitável em torno de sua estrela, onde a vida poderia emergir –  é quente demais para abrigar vida como nós a conhecemos.

Um mistério que ronda Kepler-10b é como pode estar tão próxima de sua estrela. Edward Guinan do Villanova University, acredita que ele seja  resto de um gigante gasoso como Júpiter que chegou tão próximo a sua estrela que o gás foi varrido, sobrando apenas o núcleo rochoso .

Veja este vídeo que sintetiza o texto acima.

 

 


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: