Arquivo de dezembro \31\UTC 2013

31
dez
13

2013 in review

The WordPress.com stats helper monkeys prepared a 2013 annual report for this blog.

Here’s an excerpt:

The concert hall at the Sydney Opera House holds 2,700 people. This blog was viewed about 34,000 times in 2013. If it were a concert at Sydney Opera House, it would take about 13 sold-out performances for that many people to see it.

Click here to see the complete report.

14
dez
13

2013: Ano das Novas – Nova Centauri 2013

nova_cen_beletsky600hlabels

Crédito: Yuri Beletsky. APOD de 7 de dezembro de 2013.

2013 começou com a possibilidade de ser batizado como o “Ano dos Cometas“, mas entrará para a história como o “ Ano das Novas”. Em Agosto o espetáculo foi dado por Nova Delphini. Em dezembro fomos presenteados com Nova Centauri 2013. 

Muita bobagem foi dita sobre Novas esse ano. A pior delas, certamente, é a que diz que coma a Nova 2013 “surgiu uma nova estrela no céu” Uma Nova é o resultado de um fenômeno que acontece em um sistema no qual uma das estrelas é uma anã branca. Assim, a estrela não só não surgiu, como uma delas já “morreu”.

O nome Nova vem do fato de por algum tempo esse sistema se tornar tão visível que parece ter surgido uma estrela onde antes não se avistava estrela alguma. Em poucos dias ou semanas esse brilho diminuirá e não se verá mais a Nova.

O texto abaixo foi adaptado de um artigo escrito por Michael J.I. Brown para o site theconversation.com e explica de forma bem simples o fenômeno. 

Na segunda parte incluo fotos que ajudam a localizar a Nova.

Crédito: Rogério Marcon

Crédito: Rogério Marcon

 

Nova Centauri 2013

Nós que moramos no hemisfério sul estamos tendo a sorte de testemunhar as consequências de uma explosão nuclear.

Nova Centauri 2013, foi descoberta pelo astrônomo amador australiano John Seach e é tão brilhante, que pode ser vista atualmente a olho nu.

Quando olhamos para o céu à noite, a maioria das estrelas que vemos são como sóis. Essas estrelas são enormes esferas de hidrogênio e gás hélio, unidas pela força da gravidade. Em seus núcleos, o hidrogênio se funde em hélio via fusão nuclear e da energia liberada pela fusão nuclear estrelas podem ser alimentadas por bilhões de anos.Entretanto, Nova Centauri 2013 é um tipo de estrela muito diferente de nosso Sol e não estará visível no céu por muito tempo..

Estrelas podem viver por milhões ou bilhões de anos, mas não para sempre. Quando as estrelas esgotam seu combustível para fazer a fusão nuclear, a gravidade faz com que elas colapsem em si mesmas.

Para as estrelas maiores, a consequência é uma supernova, uma reação em cadeia de explosões nucleares tão violentas que a estrela é em grande parte destruída.

Já estrelas como o nosso Sol tem mortes mais silenciosas. A estrela que está morrendo fica sem combustível e colapsa em uma anã branca que vai perdendo suas camadas exteriores para o meio interestelar e com o tempo, esfriará . A anã branca tem massa semelhante a uma estrela, mas apenas aproximadamente o tamanho de nosso planeta. Algumas estrelas anãs brancas, incluindo aquele que produziu Nova Centauri 2013, orbitam estrelas companheiras. Devido à força da gravidade, essas anãs brancas roubam hidrogênio e gás hélio de suas companheiras.

Nova-diagram-NASA-400x290Concepção artística de uma anã branca roubando gás de uma estrela companheira. Crédito NASA.

A gravidade de uma anã branca é inacreditável. Se você pesa 70 kg sobre a superfície da Terra , você pesaria 7.000 toneladas na superfície de uma anã branca . Hidrogênio e gás hélio são o combustível para a fusão nuclear. Por causa da imensa gravidade,o gás está sob enorme pressão . Quando a anã branca acresce uma quantidade de gás suficiente,as temperaturas e pressões se tornam tão altas que possibilitam que o gás se submeta espontaneamente a uma fusão nuclear explosiva.

Novas, incluindo Nova Centauri de 2013, são produzidas por explosões nucleares espetaculares nas superfícies das estrelas “mortas”. Estas explosões são muito maiores do que as produzidas por bombas atômicas. Na verdade, eles são tão brilhantes que podem ser vistas a partir de anos-luz de distância.

Encontrando a Nova

Nova Centauri 2013 está bem próxima do Cruzeiro do Sul. Se vocè achar o Cruzeiro, verá duas estrelas muito brilhantes que apontam para ele. São Alfa e Beta Centauro, conhecidas no Brasil, como as “Guardiãs do Cruzeiro. Nova Centauri está bem próxima de Beta Centauri, a guardiã mais próxima do Cruzeiro do Sul.

A seguir imagens para ajudar você na localização da Nova Cen 2013

Crédito: Randy Johnson

Crédito: Randy Johnson

A nova vista de São Paulo em belíssimo registro de Leandro Torres

Crédito: Leandro Torres

Crédito: Leandro Torres

Nova_Centauri_2013_Chile

Crédito: ESO